domingo, 22 de setembro de 2013

QUANDO VOCÊ NÃO SE COLOCA COMO A PESSOA MAIS IMPORTANTE DA SUA VIDA

QUANDO VOCÊ NÃO SE COLOCA COMO A PESSOA MAIS IMPORTANTE DA SUA VIDA

Wanderley Oliveira   _____________________________________________________

Você vai experimentar a sensação de passar aos outros muitos sentimentos que ainda não consegue para você mesmo, tais como a alegria, o perdão, o otimismo, a fé e outros tantos.
Você vai agir como se fosse possível mudar as pessoas que você ama, esperando delas o que nem você mesmo consegue fazer com você.
Você será escravo da crença do amor prepotente, aquela que leva a crer que por amar alguém existe a obrigação de salvá-lo e de tirá-lo de todos os problemas.
Você se sentirá responsável pelas atitudes das pessoas que ama.
Você confiará de forma ilimitada nas pessoas que acredita amar e será abusado, trocado e passado para trás.

Quando você colocar alguém como a pessoa mais importante da sua vida do que você mesmo, o tempo vai te mostrar que isso é a fonte geradora da maioria das mágoas, decepções, traições, trapaças, acomodações e ódios.
Se você tentar amar alguém mais do que a você mesmo, fará tudo que puder e que não puder por quem ama, e não se sentirá merecedor do bem e das coisas boas que oferece a eles, vivendo de sacrifícios, penúria e carência.

O amor para com o próximo é, sem dúvida, fonte iluminada de saúde, paz e cura, entretanto, quando você se movimenta sem a proteção do autoamor, esse amor ao próximo vai te machucar e está sujeito a dores e sofrimentos evitáveis.
Assuma definitivamente que a pessoa mais importante da sua vida é você. Sabe qual o resultado disso?
O resultado é que dessa forma você será alguém melhor também para todos à sua volta e estará sempre de posse da sua integridade, da sua felicidade e da sua paz.

Não sobrecarregue a ninguém com a ingrata responsabilidade de te fazer feliz. AME-SE.